• (61) 4104-6161
  • apoio@drplastica.com.br

Rejuvenescimento Facial

1) QUANTO ANOS É POSSÍVEL REJUVENESCER COM O LIFTING?

A cirurgia não tem a capacidade de voltar o tempo ou retardar o processo de envelhecimento e sim suavizar as marcas deixadas pelo tempo, através da suspensão dos tecidos. Um bom profissional nunca lhe afirmará quantos anos você rejuvenescerá. O resultado ideal é de uma aparência natural, saudável e descansada.

2) QUAL A DIFERENÇA ENTRE LIFTING E MINILIFTING?

A face pode ser dividida em três terços. No terço superior temos a região da testa, sobrancelhas e olhos. No terço médio encontramos as bochechas ou maçãs do rosto e no terço inferior, a região da mandíbula e pescoço. Quando o paciente apresenta flacidez nos três terços da face o lifting completo está indicado. Quando dois terços ou somente um terço apresenta flacidez a indicação é de um minilifting. A diferença maior entre as duas cirurgias é a extensão das cicatrizes.

3) TODAS AS RUGAS DESAPARECERÃO?

A cirurgia não tem o objetivo de eliminar rugas, mas isto acontece com a melhora da flacidez da face. As rugas dinâmicas (causadas pela mímica) e sulcos profundos podem necessitar de tratamentos complementares como preenchimentos, toxina botulínica e peelings.

4) ONDE AS CICATRIZES SE LOCALIZAM?

Normalmente nas regiões pré-capilares (próximas do couro cabeludo) e ao redor das orelhas. A extensão destas cicatrizes vai depender das regiões que serão tratadas assim como o grau de flacidez desta pele.

5) QUAL O TIPO DE ANESTESIA?

Local com sedação ou geral.

6) COMO É FEITA A CIRURGIA?

A pele é descolada dos músculos até limites previamente demarcados e são realizados pontos na musculatura suspendendo e tratando a flacidez muscular. A pele é novamente reposicionada e o excesso é retirado, fazendo leve tração superior. Algumas vezes é necessária uma cicatriz abaixo do queixo para correção da musculatura do pescoço, nos casos de grande flacidez. Em casos de acúmulo de gordura na região da papada, podemos realizar também a lipoaspiração nesta região.

7) HÁ DOR NO PÓS-OPERATÓRIO?

Geralmente não. Analgésicos simples são prescritos para um conforto maior no pós-operatório.

8) FICA MUITO INCHADO NO PÓS-OPERATÓRIO? POR QUANTO TEMPO?

O inchaço maior acontece nos primeiros três a quatro dias, quando podemos recomendar sessões de drenagens linfáticas que auxiliarão a eliminação do líquido em excesso.

9) QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?

De 12 a 24 horas.

10) QUANTO TEMPO DURA A CIRURGIA?

De dois a três horas.

11) ACONTECEM “MANCHAS ROXAS OU AVERMELHADAS”?

As equimoses (manchas arroxeadas) podem acontecer em qualquer cirurgia e desaparecerão em no máximo quinze dias.

12) QUAIS AS COMPLICAÇÕES MAIS COMUNS?

As complicações graves são raríssimas, mas como qualquer cirurgia podem ocorrer hematomas, infecção, necrose de tecido (mais comuns em pacientes fumantes) e lesões de nervos da face.

13) HAVERÁ CURATIVO OU DRENO?

O paciente utilizará curativos (“capacete”) por 24 horas, e o dreno, deixado na região posterior da orelha, é retirado depois de 24 horas, sem causar dor.

14) QUANDO OS PONTOS SÃO RETIRADOS?

Alguns pontos são absorvidos pela pele e o restante é retirado de 7 a 15 dias após a cirurgia.

15) AS PÁLPEBRAS PODEM SER OPERADAS NA MESMA CIRURGIA?

Podem sim. A blefaroplastia (cirurgia das pálpebras) é a cirurgia mais comumente associada ao lifting, pois completa o processo de rejuvenescimento da face.

%d blogueiros gostam disto: