• (61) 4104-6161
  • apoio@drplastica.com.br

Quem pode fazer abdominoplastia?

Quem pode fazer abdominoplastia?

A abdominoplastia não substitui a perda de peso e não corrige estrias, embora algumas possam ser removidas ou ligeiramente melhoradas se estiverem localizadas em áreas de pele que serão removidas (geralmente, abaixo do umbigo).

É especialmente indicada para quem perdeu muito peso e, por isso, tem a região da barriga muito flácida, e para mulheres grávidas que voltam ao peso considerado normal depois que o bebê nasce. O procedimento também ajuda a resolver o problema de pessoas que emagreceram de forma rápida, como as que passaram pela cirurgia bariátrica e ficaram com sobra de pele. Nessas situações, o abdômen dilata e os músculos da região se afastam. Eles podem voltar ao normal ou permanecer separados depois da perda do excesso de peso. Quando não voltam à posição original, é necessário reposicionar essa estrutura, costurando-a com vários pontos. O excesso de pele, então, é puxado para baixo e cortado. A costura é feita horizontalmente, na altura dos pelos pubianos, e o umbigo é refeito.

Em alguns casos, quando a quantidade de pele a ser removida não for muito grande, pode ser realizada uma miniabdominoplastia. O procedimento é o mesmo, mas feito em uma área bem menor (apenas na parte inferior da barriga) e, às vezes, sem necessidade de costurar os músculos. Só o cirurgião plástico poderá decidir qual é a melhor opção para cada caso.

Para mulheres que não tiveram filhos e não foram obesas mas desejam “perder a barriga”, a cirurgia não é proibida, mas não é recomendada. Se a reeducação alimentar e o exercício físico não forem suficientes, o procedimento ideal pode ser a lipoaspiração, que remove apenas gordura. A paciente deve procurar um cirurgião plástico especializado para fazer uma avaliação do seu caso.

Para as mulheres que deram à luz, o indicado é esperar cerca de seis meses para avaliar a necessidade da cirurgia plástica. É possível que, retornando à atividade física, a paciente já recupere o contorno corporal sem necessidade de intervenção cirúrgica.

A abdominoplastia dura de uma hora e meia até três horas e meia e o período de internação é de 48 horas. A cicatriz depende da quantidade de pele e gordura retiradas e seu aspecto depende bastante de fatores genéticos. Em mulheres que realizaram cesariana, por exemplo, as cicatrizes existentes podem ser incorporadas à nova cicatriz.

Os resultados do procedimento são, em teoria, permanentes, mas podem ser prejudicados por oscilações muito grandes de peso após a cirurgia. Por isso, pessoas que planejam perder bastante peso ou mulheres que considerem futuras gestações são aconselhadas a postergar a abdominoplastia, indicada para quem já corrigiu o excesso de peso.

AGENDE SUA CONSULTA +55 (61) 4104-6161 e (61) 99934-6161
admin

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: