• (61) 4104-6161
  • apoio@drplastica.com.br

Cirurgia plástica no nariz: principais dúvidas respondidas

Cirurgia plástica no nariz: principais dúvidas respondidas

O nariz é central para a estética facial, de forma que a insatisfação com o formato ou tamanho dele pode desencadear baixa autoestima, problemas de sociabilidade, entre outros. Por isso, explicamos tudo que você precisa saber quanto à rinoplastia.

O que é rinoplastia?

Rinoplastia é o nome dado à cirurgia do nariz, podendo ela ter objetivos funcionais ou estéticos. O procedimento está entre os mais realizados no Brasil, no entanto, antes de se submeter a uma intervenção cirúrgica definitiva é essencial considerar quando ela é realmente necessária

O que saber antes de fazer cirurgia plástica no nariz

Ainda que haja uma insatisfação estética com o nariz, é essencial que seja realizada uma consulta com o cirurgião plástico para esclarecer as motivações e expectativas em relação à rinoplastia. O profissional é o mais qualificado para explicar quais são as possibilidades com a técnica, cuidados pré e pós-cirúrgicos, restrições e recomendações.

Na consulta e mesmo anteriormente alguns fatores a serem considerados pelo paciente são:

Satisfação pessoal

Um dos motivos que mais frequentemente causam insatisfação com o resultado da cirurgia plástica no nariz refere-se a uma expectativa inicial fora da realidade. Por exemplo, quando o paciente deseja fazer a cirurgia para “imitar” o nariz de uma pessoa famosa.

A questão da satisfação pessoal é essencial, pois, tratando-se de uma intervenção definitiva ela deve ser motivada pelo próprio paciente e não para agradar terceiros.

Idade

Outro aspecto importante na cirurgia plástica no nariz é a idade. A cirurgia não é indicada antes dos 16 anos, visto que antes disso o nariz ainda está em formação, podendo acarretar resultados insatisfatórios e com mudanças posteriores.

Quadro de saúde

Para que o paciente possa ser submetido a uma rinoplastia é fundamental que ele esteja com um quadro de saúde estável, pois, o procedimento é invasivo. A recuperação também depende de o paciente estar saudável, de forma que esse aspecto deve ser avaliado pelo médico antes de agendada a cirurgia.

Quando o procedimento é indicado

Além dessas três considerações que devem ser feitas antes de se submeter a uma cirurgia plástica no nariz, é importante que o paciente conheça as indicações mais frequentes da cirurgia, avaliando se está de acordo com o quadro apresentado.

Insatisfação estética

Quase qualquer tipo de insatisfação estética pode ser corrigida por meio de uma cirurgia plástica no nariz seja pela projeção da ponta, tamanho das asas, caimento, tortuosidade, proeminência ou deficiência do osso nasal etc. Portanto, se há uma insatisfação com a estética no nariz, seja por formato ou tamanho, uma consulta com o cirurgião plástico é fundamental para avaliar as possibilidades de correção.

Problemas funcionais

A cirurgia plástica no nariz também pode ser recomendada em caso de problemas funcionais, como aqueles relacionados com o surgimento de rinite, desvio de septo ou carne esponjosa. Nesses casos, apenas uma investigação mais detalhada do cirurgião plástico poderá determinar se há algum problema funcional associado que pode ser corrigido por meio da cirurgia do nariz.

Acidentes

Uma motivação comum para a cirurgia plástica no nariz é a ocorrência de acidentes que causam danos ao nariz, podendo quebrá-lo ou mesmo deixá-lo tortuoso. Nesses casos, o cirurgião plástico poderá ser procurado depois da lesão para avaliar o quadro e determinar quais alterações podem ser feitas para minimizar os problemas causados.

Idade avançada

A idade avançada também pode justificar uma intervenção estética no nariz. O que ocorre é que a ausência de colágeno e maior flacidez da pele pode alterar a aparência do nariz, deixando-o caído, por exemplo. Nesses casos, o cirurgião plástico pode recomendar uma rinoplastia ou outros procedimentos estéticos relacionados com a idade.

admin

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: